domingo, 23 de maio de 2010

Pão de alfarroba

Já ando há algum tempo com curiosidade de experimentar fazer um pão com farinha de alfarroba. Hoje é o dia! :)
Encontrei esta receita à qual apenas fiz umas ligeiras alterações e meti mãos à obra. Diz que fica com um sabor a chocolate... e não é que fica mesmo?! Ficou aprovado :)

Ingredientes:
400 ml de água
1 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de açúcar mascavado claro (podem deitar o dobro do açúcar se quiserem um pão mais doce e com um sabor menos intenso)
400 gr de farinha de trigo T65 (usei sensivelmente metade de farinha branca e metade de farinha integral)
200 gr de farinha de alfarroba
1 saqueta de fermento de padeiro granulado (usei da Vanhiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível II (para pão até 1000gr), tostagem média.


Para saber um pouco mais sobre os benefícios da alfarroba:
A alfarroba é um fruto proveniente da alfarrobeira, uma árvore nativa dos países Mediterrâneos. É semelhante a uma vagem e a sua polpa, depois de torrada e moída, torna-se um delicioso substituto do cacau.
É uma fonte de vitamina B1 e A e de minerais como o cálcio. Este fruto contém ainda uma quantidade generosa de fibras solúveis, com propriedades benéficas para o correcto funcionamento intestinal e para o controle do colesterol. O que poderá pesar mais na altura de decidir entre o chocolate de cacau e o feito à base de alfarroba é que este último não possui praticamente gordura, contendo apenas 0,7%; além disso não contém cafeína nem glúten podendo ser consumido por doentes celíacos.
Por outro lado, a nível farmacológico, a alfarroba conta com a presença de taninos, que entram na composição dos vegetais, e que constituem os principais adstringentes naturais conhecidos com propriedades antidiarreicas, isto porque possuem a capacidade de formar complexos insolúveis protectores da mucosa intestinal, sem alterar a vitalidade celular do tecido, evitando a exsudação e a secreção da própria mucosa, protegendo-a de irritações.
A utilização da alfarroba como substituto do cacau é ainda uma novidade no nosso mercado, e que ainda se encontra relativamente dispendiosa, contudo é uma alternativa saborosa e nutritiva para quem está interdito de comer chocolate ou para quem pretende simplesmente variar...
Informações nutricionais por cada 100 gramas de alimento (chocolate de alfarroba, valores aproximados): 557 Kcal, 35g de gordura e 8,5g de proteínas (informação tirada daqui).

Nenhum comentário: