sexta-feira, 23 de abril de 2010

Pão de mistura

Esta receita acabou por resultar na mistura de várias outras e de algumas "sobras" de ingredientes! Lol
Primeiro era para ser um pão com farinha de milho. Mas após ter colocado a água, o sal, o açúcar e o azeite na cuba, lembrei-me que só tinha meia saqueta de fermento... Depois encontrei uma outra que levava a mesma quantidade de água e só era necessária a quantidade de fermento que eu tinha em casa... mas quando fui buscar o farelo de trigo vi que só havia um restinho! Então, toca a desenrascar: terminei um pacote de farinha de trigo e, em vez de abrir outro, completei a medida com farinha integral. Adicionei o que tinha de farelo de trigo e o resto desenrasquei com germen de trigo. Et voilá! Ficou com a textura perfeita! ;-)

Ingredientes:
400 ml de água
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de açúcar mascavado claro
2 colheres (chá) de azeite
590 gr de farinha de trigo T65
110 gr de farinha de trigo integral
20 gr de farelo de trigo
80 gr de germen de trigo
2 colheres (chá) de fermento de padeiro granulado (cerca de ½ saqueta de Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 3 (pão integral), nível II (para pão até  1000 gr), tostagem média.

domingo, 18 de abril de 2010

Pudim de veludo

Sugestão de um pudim mais tradicional para estes dias (já que o tempo ainda não convida totalmente a sobremesas mais frescas) e que em geral é apreciado por todos.


Ingredientes:
0,5 l de leite
6 ovos
250 gr de açúcar
raspa de 1 lião
caramelo q.b.

Preparação:
Separam-se as gemas das claras e batem-se as gemas com o açúcar até obter uma massa fofa. Junta-se pouco a pouco o leite morno e a raspa do limão. Batem-se as claras em castelo forte, mistura-se ao preparo anterior, movimentando de cima para baixo de forma a não quebrar as claras. Deita-se na forma caramelizada e lava-se a cozer em banho-maria em forno pré-aquecido (180ºC) durante cerca de 45 minutos. Desenforma-se depois de frio.

sábado, 17 de abril de 2010

Pão de centeio

Nada como chegar a casa depois das 23h sem ter jantado e ter este pãozinho saboroso e ainda quentinho à nossa espera na MFP :) A receita veio daqui.


Ingredientes:
350 ml de água
1 colher (chá) de sal
1/2 colher (chá) de açúcar (usei açúcar mascavado claro)
300 gr de farinha de centeio integral
200 gr de farinha de trigo T65
1 pacote de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de óleo para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 3 (pão integral), nível I (para pão até  750 gr), tostagem média.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Pão rústico com passas

Com a base do pão rústico, experimentei fazer este pão com passas cuja receita vinha no pacote da própria farinha. E desta vez não resisti e cortei uma fatia mal tirei o pão da máquina!


Ingredientes:
330 ml de água morna
2 colheres (sopa) de leite
1 colher (sopa) de açúcar amarelo (usei açúcar mascavado claro)
2 colheres (sopa) de óleo (usei óleo de soja)
500 gr de farinha Pão Rústico da Nacional
200 gr de passas (deitei sultanas pretas e douradas)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de óleo para facilitar a saída do pão.
Incorpore os ingredientes, excepto as passas, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível I (para pão até 750 gr), tostagem média.
Quando a máquina apitar, adicione as passas e deixe prosseguir o programa.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Maçã assada

Adoro maçãs assadas!! E vocês?


Ingredientes:
maçãs
pauzinhos de canela ou rodelas finas de limão
açúcar mascavado claro q.b.

Preparação:
Ligue o forno a 200ºC.
Retire a parte interior das maçãs que tem os caroços com um utensílio próprio para o efeito.
Disponha as maçãs num tabuleiro e coloque um pauzinho de canela no meio ou uma rodelinha de limão. Polvilhe com um pouco de açúcar a gosto.
Leve ao forno durante cerca de 30 minutos ou até que estejam cozidas e o açúcar tenha caramelizado um pouco (confira com um palito).

terça-feira, 13 de abril de 2010

Frango com natas

Uma receita bem simples de fazer para o jantar num dia de semana :)



Ingredientes:
1 frango
0,5 l de água
1 pacote de sopa de cogumelos instantânea
1 pacote de natas (usei natas de soja light)
1 lata de cogumelos laminados (usei cogumelos frescos)
1 cálice de vinho Madeira
1 colher (chá) de cominhos em pó
sal qb
pimenta preta moída na altura qb

Preparação:
Limpar o frango de peles e gorduras e cortar em 8 pedaços. Colocar todos os ingredientes no tacho e ir mexendo de vez em quando. Quando o frango estiver cozido, rectifique os temperos e está pronto a servir.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Banoffee Pie

Nesta Páscoa o jeitoso aprendeu com a Nandi a fazer a sobremesa predilecta dele: banoffee pie.
E como não poderia deixar de ser, ontem ao fim da tarde viemos para casa experimentar esta receita inglesa para degustar ao jantar: uma delícia!

Ingredientes:
1/2 pacote de bolacha digestiva (cerca de 100 gr)
2 colheres (sopa) de manteiga
1 lata de leite condensado cozido
2 bananas maduras
1 pacote de natas
2 folhas de gelatina (acrescentei eu)
cacau magro ou chocolate amargo em pó para polvilhar (facultativo)

Preparação:
Comece por colocar o pacote de natas no frigorífico durante algumas horas.
Triture a bolacha até ficar em farinha e misture bem com a manteiga derretida. Forre o fundo e os lados de uma tarteira com esta mistura, calque um pouco e leve ao frigorífico para solidificar.
Entretanto, bata as natas em chantilly firme e adicione as folhas de gelatina derretidas.
Tire a base do frigorífico e cubra com o leite condensado cozido. Corte a banana em rodelas não muito grossas e disponha sobre o leite condensado. Por fim, cubra com as natas batidas.
Polvilhe com o chocolate em pó a gosto e leve ao frigorífico durante algumas horas antes de servir.

Como sempre, podemos tentar tornar a sobremesa ligeiramente mais saudável, ao utilizar manteiga de origem vegetal e usando natas com baixo teor de gordura ;)

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Pão integral

Esta é mais uma receita que a Marina trouxe mas tive que lhe acrescentar mais um pouco de água pois a massa estava a formar uma bola dura que a máquina mal conseguia amassar. Resultou e cá está mais uma receita aprovada! :)


Ingredientes:
2 ½ colheres (chá) de óleo (usei de soja)
350 ml de água
2 colheres (chá) de sal
2 ½ colheres (chá) de açúcar
240 gr de farinha de trigo
365 gr de farinha de trigo integral
1 ½ colheres (chá) de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de óleo para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (pão normal) ou 3 (pão integral), nível II (para pão até  1000 gr), tostagem média (para a próxima vou experimentar mais tostado para não ficar tão branquinho em cima).

Também poderá usar apenas farinha integral, nesse caso seriam 605gr no total.

domingo, 4 de abril de 2010

Bolo de Kiev com decoração de Páscoa

Mais uma vez, andei a folhear as revistas antigas de culinária e encontrei esta receita à qual fiz umas ligeiras adaptações, já que na original o creme leva côco e eu optei pelas amêndoas. Um bolo simples, tal como eu queria, decorado especialmente para o Domingo de Páscoa.


Ingredientes:
4 gemas
250 gr de açúcar
6 colheres (sopa) de leite
6 claras
200 gr de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó

Para o creme/cobertura:
1 colher (sobremesa) de farinha maisena
2 colheres (sopa) de açúcar
sumo de 1 laranja
1 ovo (só usei 1 gema)
1 chávena almoçadeira de leite
amêndoa picada q.b.
amêndoa laminada tostada q.b.
ovinhos de chocolate p/ decorar (facultativo)

Preparação:
Bata bem as gemas com o açúcar e o leite até obter um creme fofo. Levante as claras em castelo firme e adicione à gemada, alternando com colheradas de farinha misturada com o fermento. Ligue tudo muito bem sem bater.
Unte um tabuleiro rectangular com manteiga*, forre-o com papel vegetal, deite dentro a massa que preparou e leve a cozinhar em forno médio durante cerca de 35 minutos.
Entretanto, prepare o creme. Misture a maisena com o açúcar, junte o sumo de laranja e o ovo. Mexa bem e adicione o leite. Leve a mistura ao lume e, mexendo sempre, espere que engrosse. Retire do lume e deixe arrefecer.
Desenforme o bolo depois de frio, retire cuidadosamente o papel vegetal e corte-o a meio no sentido longitudinal. Barre com uma parte do creme misturado com a amêndoa picada, recomponha o bolo e espalhe o restante creme sobre toda a superfície. Polvilhe com a amêndoa laminada tostada e termine a decoração a gosto.

* optei por fazer em 2 formas rectangulares, sendo uma ligeiramente mais pequena do que a outra, de modo a obter um pouco o efeito pirâmide.
Fonte: revista Segredos de Cozinha nº 408

sábado, 3 de abril de 2010

Folar da Páscoa

Cá na Madeira não existe a tradição do folar da Páscoa mas este ano resolvi fazê-lo eu mesma, para provar e também para experimentar o programa "Massas" da máquina de fazer pão. Achei engraçada a lenda que existe sobre a origem do folar da Páscoa e de como simboliza a reconciliação e a amizade. Após um pouco de pesquisa, encontrei determinados ingredientes em comum em várias receitas, tais como a canela, a erva-doce e a aguardente. Também fiquei a saber que o folar pode levar carnes ou outros ingredientes, dependendo da região de origem. Acabei por optar basear-me nesta receita e acho que fiz 2 folares de Páscoa bem jeitosos, sendo um para a minha afilhada, conforme a tradição :)
É claro que não faço ideia se o sabor e a textura deveriam ser aqueles, nem sei se é suposto comermos o folar ao pequeno-almoço, ao lanche ou a acompanhar o almoço no Domingo de Páscoa! Lol Também faz-me um bocado de confusão aquele ovo cozido no meio do folar... é para comer ou só para decorar??
Enfim, dúvidas existenciais à parte, foi uma experiência culinária interessante e melhor ainda vai ser saboreá-lo amanhã ;)


Ingredientes:
100 ml de leite (usei magro)
125 gr de margarina derretida (usei Becel)
3 ovos
500 gr de farinha de trigo T65
25 gr de fermento de padeiro
200 gr de açúcar mascavado claro (da Whitworths)
1 colher (chá) de canela em pó
1 colher (chá) de erva-doce
2 colheres (sopa) de aguardente ou brandy (para amaciar a massa)
raspa de 1 limão

Para a finalização:
2 ovos cozidos
geleia q.b.

Preparação:
Coloque os ingredientes pela ordem referida na MFP e seleccione o programa para amassar e levedar.
Entretanto coza os ovos. Se quiser pode juntar casca de cebola à água para que os ovos fiquem com uma cor mais intensa.
Quando o programa terminar, coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada. A massa sai um pouco mole. É necessário juntar um pouco de farinha para a moldar.
Retire um pouco de massa para fazer as tiras e depois divida a restante em 2 partes iguais.
Molde os bocados de massa em bolas e coloque o ovo cozido no centro. Pressione para que entre na massa.
Molde a massa que reservou de modo a ficar com 4 tiras, de modo a fazer uma cruz sobre cada ovo.
Coloque num tabuleiro revestido com papel vegetal ou folha de silicone, tape com um pano e deixe levedar, no mínimo, durante 20 minutos (pode deixar mais tempo).
Leve ao forno pré-aquecido e mantenha o forno na temperatura média ou mínima até que estejam cozidos. Verifique se está cozido espetando um palito na massa que rodeia o ovo. Quando estiver pronto, retire do forno e pincele com margarina derretida ou geleia para dar brilho.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Bolo de chocolate com fruta fresca

Quando fiz este bolo, não me acertou à primeira pelo que tive que fazê-lo novamente.  O bolo apenas cresceu metade do tamanho, tendo ficado demasiado baixo para cortá-lo ao meio e recheá-lo. Isto nunca tinha acontecido com esta receita e penso que terá sido pelo facto de, ao separar as gemas das claras para batê-las em castelo, uma das gemas ter caido dentro da taça das claras e não consegui removê-la - consequentemente a massa ficou um pouco mais pesada e o bolo não cresceu como deveria. Mas se já dizia Lavoisier que na Natureza "nada se perde, tudo se transforma", o mesmo princípio vai se aplicando à minha cozinha! Enquanto o segundo bolo já cozia no forno, peguei no primeiro e meti-o no congelador pois sabia que mais cedo ou mais tarde iria saber exactamente o que fazer com ele. E eis que hoje ele saiu à rua, com uma decoração completamente diferente e mais primaveril :)


Base:
bolo de chocolate

Para a cobertura:
1 pacote (200 ml) de natas (usei natas light)
1 pacote (6,5 gr) de Fixe Chantilly da Vahiné
50 gr de açúcar em pó (deitei metade)

Para a decoração:
fruta a gosto (usei pêssego em calda e kiwis)

Preparação:
Coloque as natas no frigorífico com algumas horas de antecedência.
Bata as natas na potência máxima da batedeira durante cerca de 1 minuto. Adicione o conteúdo do pacote da Vahiné misturado com o açúcar em pó e bata até obter a consistência desejada.
Barre o bolo com este creme e decore com fruta a gosto. Leve ao frigorífico até ao momento de servir.

~~ Boa Páscoa a todos ~~