quarta-feira, 31 de março de 2010

Pão rústico

E sai mais um pãozinho quentinho :)
Desta vez experimentei a farinha para fazer pão tipo rústico - um pão que leva farinha de centeio, o que torna a massa mais escura e mais rica.


Ingredientes:
330 ml de água morna
500 gr de farinha Pão Rústico da Nacional

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de óleo para facilitar a saída do pão.
Incorpore os ingredientes, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível I (para pão até 750 gr), tostagem a gosto (desta vez escolhi mais tostado).

terça-feira, 30 de março de 2010

Bifinhos do lombo aux champignons

Mais uma receita que tem estado aqui à espera de ser postada. No Dia da Mulher, o jeitoso quis fazer o jantar e preparou-nos estes bifinhos de porco com um molho de cogumelos divinal! Já comentei aqui que não sou grande adepta de comprar molhos já prontos ou preparados em pó para molhos, mas confesso que este molho feito por ele apela à gula!


Ingredientes: (p/ 4 pessoas)
4 bifinhos de porco, do lombo
2 colheres (sopa) de molho de barbecue da Calvé
1 pacote de preparado para molho de cogumelos do Continente
1 copo de vinho branco
1 lata de cogumelos laminados
2 colheres (chá) de farinha maisena
margarina q.b. (usámos Becel)
sal e pimenta preta moída na altura q.b.

Preparação:
Tempere a carne com o molho de barbecue e deixe marinar durante pelo menos 2 horas.
Derreta a margarina e frite a carne. Reserve.
Entretanto, derreta mais um pouco de margarina e aloure nela os cogumelos escorridos. Adicione o preparaddo para molho de cogumelos e o vinho. Junte o molho barbecue, tempere e deixe apurar. Por fim, adicione a farinha maisena e rectifique os temperos. Sirva este molho sobre os lombinhos de porco e acompanhe com batatinhas no forno e legumes cozidos.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Bolachas de aveia

Já andava há algum tempo com vontade de fazer umas bolachinhas e quando vi estas decidi-me logo. Apenas modifiquei o tipo de açúcar. De resto, adoro o sabor da aveia e estas bolachas são deliciosas!


Ingredientes:
200 gr de margarina vegetal (usei Becel)*
200 gr de açúcar mascavado claro (da Whitworths)
200 gr de farinha de aveia (se for necessário põe-se mais um pouco)**
1 colher (chá) de fermento em pó
6 colheres (sopa) de mel***
200 gr de flocos de aveia
sultanas ou pepitas de chocolate (facultativo)

Preparação:
Liga-se o forno a 180ºC.
Numa tigela, amassam-se todos os ingredientes, muito bem.
Num tabuleiro, polvilhado com farinha, dispõem-se bolinhas da massa, que se achatam com a ajuda de um garfo e leva-se ao forno por cerca de 20 minutos.
Ficam um pouco moles. Convém deixar arrefecer um pouquinho antes de as soltar, para que não se partam. Ficam estaladiças depois de frias.

*para a próxima, vou deitar menos 50gr de margarina pois não me parece que seja necessário tanta.
**pode-se usar farinha de trigo no lugar da farinha de aveia.
*** penso que também se poderá retirar umas 2 colheres ao mel sem alterar o sabor/consistência das bolachinhas - digo-vos da próxima que vez que as fizer ;)

domingo, 28 de março de 2010

Frango no churrasco

E porque é fim-de-semana e o tempo já volta a ser convidativo para tal, hoje houve churrasco ao almoço em casa dos meus pais. Mais uma vez trago-vos uma receita do meu pai, daquelas que ele já faz há anos! As medidas são a olho, de acordo com a quantidade de frango e conforme queiram mais ou menos picante/salgado. As fotos virão mais tarde.

Ingredientes:
frangos pequenos/médios inteiros

Para o molho:
margarina
1 punhado de sal
piripiri em pó
louro
alho
alecrim fresco

Preparação:
Limpe os frangos inteiros, faça-lhes uns cortes na pele e reserve.
Quando a brasa estiver pronta, coloque os frangos abertos inteiros sobre a grelha e, com um pincel grosso, vá passando o molho na carne de modo a que esta não fique seca.
Quando a carne estiver cozida, retire os frangos para uma travessa e, com uma tesoura apropiada, corte cada um em 8 pedaços. Poderá ainda passar o molho que sobrou para uma molheira e disponibilizar um pincel mais pequeno para o caso de alguém querer dar mais um pouco de sabor ao frango.
Sirva acompanhado com batatas fritas, arroz branco e salada de alface.

Este é um prato bem acessível e por isso mesmo uma boa sugestão quando vai preparar uma refeição para muitas pessoas (especialmente no Verão, altura convidativa às refeições ao ar livre) pois normalmente 1 frango inteiro poderá custar até cerca de 2.50€ e rende, em média, 4 porções - conforme o apetite dos seus convidados!

Sabia que pode congelar o frango que sobrar? Caso não lhe apeteça comer frango nos próximos dias, coloque as sobras devidamente acondicionadas no congelador. Na altura de usar, apenas tem que as deixar descongelar naturalmente - pode então aquecer no microondas e comer assim, ou desfiar a carne e usá-la na confecção de outros pratos.

sábado, 27 de março de 2010

Pão de leite

Uma receita que me foi dada pela Marina; experimentei fazer para o lanche de hoje e já é um dos meus favoritos. Resulta num pão bem fofinho - uma delícia!


Ingredientes:
50 gr de manteiga mole (usei margarina Becel)
1 ½ colher (chá) de sal
3 colheres (sopa) de açúcar
350 ml de leite (usei magro)
530 gr de farinha de trigo T65
1 pacote (2 colheres de chá) de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de óleo para facilitar a saída do pão.
Colque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal) ou 2 (pão branco) - eu optei pelo 1 - nível II (para pão até  1000 gr), tostagem média.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Bifinhos de peru com mozzarela e molho de mostarda l'ancienne

Uma receita que foi sendo inventada em torno de um ingrediente principal: a meia garrafa de espumante que tinha sobrado do jantar do aniversário de casamento dos meus pais. Queriamos fazer um molho à base de espumante mas quando chegámos a casa acabámos por constatar que afinal a garrafa já lá não estava e toca a arranjar uma ideia diferente para o molho. E os bifinhos preparados assim ficam uma delícia!!


Ingredientes: (p/ 4 pessoas)
4 bifes de peru
1 embalagem de tomates cherry
1 embalagem de cogumelos frescos
1 queijo mozzarela
sumo de limão q.b.
margarina q.b. (usámos Becel)
sal e pimenta preta moída na altura q.b.

Para o molho:
1 colher (sopa) generosa de margarina (usámos Becel)
3 colheres (sopa) de mostarda
2 colheres (sobremesa) de mostarda com sementes
2 colheres (sobremesa) de mostarda de Dijon
1 pacote de natas (usámos light)
1 copo de vinho branco
sal e pimenta preta moída na altura q.b.

Preparação:
Temperar os bifes de peru com sumo de limão, sal e pimenta.
Barrar generosamente com margarina um tabuleiro de ir ao forno e dispor os bifes. Laminar os cogumelos grosseiramente, dispor à volta dos bifes e levar a forno pré-aquecido (200ºC).
Após cerca de 15 minutos, acrescentar os tomatinhos inteiros e voltar a colocar no forno por mais 10 minutos. Colocar então o queijo cortado em fatias sobre os bifes e levar ao forno até que o queijo derreta ligeiramente e fique dourado.
Entretanto, preparar o molho, derrentendo a margarina e adicionando as mostardas e o vinho. Desfazer tudo muito bem juntar as natas e temperar com sal e pimenta. Deixe apurar e rectifique os temperos.
Acompanhe os bifinhos de peru com batatinhas no forno e sirva o molho à parte.


Para sobremesa, trouxémos uns muffins de maçã congelados que metemos no forno enquanto jantávamos e servimos com natas batidas... uhmmm... nem vos conto! ;)

quarta-feira, 24 de março de 2010

Pão Vitale

Mais uma vez, uma farinha comprada já preparada para fazer um pão saboroso a meio da semana. Um pão com consistência e que leva sementes - vou comprar mais vezes desta farinha, de certeza!


Ingredientes:
300 ml de água morna
500 gr de farinha Pão Vitale da Nacional

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de óleo para facilitar a saída do pão.
Incorpore os ingredientes, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível I (para pão até 750 gr), tostagem média.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Bolo de chocolate com recheio de nozes para o 41º aniversário de casamento

Uma receita da Nestlé (mais uma que já não fazia há anos!) foi a eleita para fazer o bolo de aniversário de casamento dos meus pais.  E todos adoraram! Não ficou um mimo? ;)


Ingredientes:
8 ovos
8 colheres (sopa) de açúcar
4 colheres (sopa) de farinha de trigo
4 colheres (sopa) de chocolate em pó
1 colher (sopa) de fermento em pó

Para o recheio:
1 lata de leite condensado (usei light*)
1 colher (sopa) de manteiga (usei margarina Becel)
2 gemas
1 colher (sopa) de chocolate em pó
1 chávena (chá) de nozes moídas

Para a cobertura:
1 tablete (200 gr) de chocolate para culinária
2 dl de natas (usei natas light)

Para a decoração:
fios de ovos (facultativo)

Preparação:
Bater as gemas com o açúcar até ficar um creme fofo. Misturar a farinha peneirada com o chocolate e o fermento e envolver as claras batidas em castelo. Deitar numa forma previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha. Levar a forno médio durante cerca de 40 minutos. Deixar o bolo arrefecer.


Entretanto, fazer o recheio, levando ao lume o leite condensado, a manteiga e as gemas. Mexa sempre até se desprender do fundo do tacho, sempre com cuidado para não queimar.
Retirar do lume, adicionar o chocolate em pó e misturar bem as nozes moídas.
Quando o bolo já estiver frio, cortá-lo ao meio e verter o recheio numa das metades, espalhando bem. Cobrir com a outra metade.
Para a cobertura, deitar as natas numa tigela e levar ao lume em banho-maria, até a água ferver. Nessa altua, apagar o lume e misturar a tablete de chocolate, mexendo sempre até formar um creme homogéneo que fica a arrefecer um pouco. Depois é só cobrir o bolo com esta cobertura e decorar a gosto.

*Na minha opinião, o leite condensado light, por ser menos doce, é o ideal para fazer este recheio de modo a que o bolo não se torne enjoativo.

domingo, 21 de março de 2010

Bifinhos com laranja

Os meus pais celebram amanhã o 41º aniversário de casamento. Reunimo-nos  então hoje em família para  comemorar esta data com um jantar. Fui procurar receitas que já não faço há alguns anos e  tirei esta receita do Pingo Doce do fundo do baú. E nem deu tempo para tirar foto desta vez!

Ingredientes: (p/ 4 pessoas)
500 gr de bifanas de porco
3 laranjas
1 colher (sopa) de cebolinho
60 gr de margarina (usei Becel)
2 colheres (sobremesa) de mel
1 colher (sobremesa) de molho de soja
licor de laranja (facultativo)
sal qb
pimenta preta moída na altura qb

Preparação:
Lave muito bem as laranjas. Misture o sumo de uma das laranjas com o mel e o molho de soja.
Tempere as bifanas com sal e pimenta e junte o molho preparado. Deixe marinar durante 1 hora.
Escorra as bifanas e aloure-as de ambos os lados numa frigideira com a margarina aquecida. Quando estiverem já douradas, regue com um pouco de licor de laranja (a gosto) e adicione o líquido da marinada. Deixe ferver um pouco.
Entretanto, descasque as restantes laranjas de forma a eliminar todas as películas brancas e corte em gomos, eliminando também todas as peles.
Sirva as bifanas polvilhadas com o cebolinho picado e acompanhe com esparguete cozido. Decore com os gomos das laranjas e... que tal acompanhar com um sabor ribatejano? Experimente um Fiuza Merlot de 1998 ;)

Dica: para retirar mais sumo da laranja, antes de a espremer, introduza-a  durante 30 a 45 segundos no microondas.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Bolo simples com côco para o Dia do Pai

Como sei que o meu Pai gosta de doces com côco, peguei numa receita que a minha Mãe costumava fazer e usei a variante que leva côco para fazer uma gracinha para o Dia do Pai. Um bolo pequeno com uma decoração (a cobertura foi tirada daqui) feita em jeito de brincadeira já que ele gosta de pescar - usei uma prenda que lhe ofereci no Dia do Pai, ainda do tempo em que andava na escola :)


Ingredientes:
2 chávenas de farinha de trigo
1 chávena de açúcar
1 chávena de leite
1 ovo
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
1 colher (sopa) de manteiga (usei margarina Becel)
raspa de 1 limão ou 1 colher (chá) de essência de baunilha (não deitei pois optei só pelo côco)
2 colheres (sopa) cheias de côco ralado (facultativo)

Para a cobertura:
100 gr de açúcar em pó
3 colheres (sopa) de natas (usei natas light)
3 colheres (sopa) de côco ralado
côco ralado com corante azul p/ polvilhar q.b.

Preparação:
Bater tudo muito bem. Vai ao forno em forma untada de manteiga e polvilhada com farinha.
Leva 25 minutos a cozer em forno a gás e cerca de 40 minutos no forno eléctrico.

Depois do bolo ter arrefecido, verificar se é necessário cortar um pouco do topo do bolo, de modo a obter um topo mais plano.


De seguida, fazer a cobertura, batendo o açúcar em pó com as natas e o côco ralado até ficar homogéneo. Cobrir o topo e os lados do bolo e terminar a decoração a gosto. Deixar secar ao ar livre, antes de o colocar no frigorífico.

domingo, 14 de março de 2010

Pão de farelo de trigo e iogurte

Continuo na fase de experimentar diferentes pães. As receitas mais chamativas são, quanto a mim, aquelas que apresentam um pão mais "completo". Como esta que encontrei aqui e que, para além das sementes (adoro pão com sementes!) também leva farinha integral e farelo de trigo.

Ingredientes:
185 ml de água
200 ml de iogurte natural (1 copo)
1 ½ colher (sopa) de óleo (usei óleo de soja)
2 colheres (sopa) de mel
250 gr de farinha de trigo T65
200 gr de farinha de trigo integral
50 gr de farelo de trigo
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)
1 colher (sobremesa) de sementes de girassol
1 colher (sobremesa) de sementes de sésamo

Preparação:
Untar a pá com um pouco de óleo para que seja mais fácil de retirar quando o pão estiver pronto. Colocar os ingredientes na MFP pela ordem indicada e regule para o programa 1 (normal), nível I (para pão até 750 gr), tostagem média.
Quando o programa terminar, desenforme e deixe arrefecer. Corte às fatias apenas depois de frio.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Pão de cenoura

Na embalagem da farinha que usei para fazer o Pão +Equilíbrio, vinha uma sugestão de pão de cenoura. Mais uma receita aprovadíssima!

Ingredientes:
300 ml de água
1 colher (sopa) de azeite
1 colher (café) de noz-moscada (opcional)
2 colheres (sopa) de açúcar amarelo (usei açúcar mascavado claro da Whitworths)
500 gr de farinha Pão +Equilíbrio da Nacional
150 gr de cenoura ralada

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão. Adicione na cuba da máquina os ingredientes pela ordem mencionada, excepto a cenoura. Programe para um pão de 750 gr, no programa básico, cor média e ligue a máquina.
Após o sinal sonoro adicione a cenoura ralada. Deixe prosseguir o programa.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Milho frito

O milho, depois de cozido e colocado no frigorífico de um dia para o outro, fica com uma textura bem firme que vai permitir fazer estes cubinhos de milho deliciosos e que são bem comuns nos pratos típicos da gastronomia madeirense.

Ingredientes:
milho cozido frio q.b.
óleo q.b.

Preparação:
Cortar o milho cozido em cubos e fritá-los em óleo a ferver. Quando estiverem bem tostatinhos de ambos os lados, colocá-los sobre umas folhas de papel absorvente.
O milho frito acompanha bem vários pratos de peixe e carne, ou até mesmo um simples ovo estrelado.

terça-feira, 9 de março de 2010

Pão +Equilíbrio

Estas farinhas já preparadas continuam a dar jeito durante a semana para fazer um pão num piscar de olhos! Desta vez experimentei uma farinha composta de trigo e centeio da marca Nacional e o resultado também foi positivo :)


Ingredientes:
330 ml de água morna
500 gr de farinha Pão +Equilíbrio da Nacional

Preparação:
Escolha o programa básico. Programe para um peso de pão de 750 gr.  Unte a pá de amassar com um pouco de óleo, para facilitar a saída do pão. Incorpore os ingredientes pela ordem apresentada. Em seguida ligue a máquina.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Bifes de atum em cebolada

Os bifes de atum são típicos das gastronomia madeirense, podendo ser preparados de várias maneiras. Estes foram servidos em molho de cebolada.


Ingredientes:
4 bifes de atum
1 cebola
2 tomates
2 dentes de alho
1 folha de louro
vinagre
orégãos
colorau
sal
salsa fresca

Preparação:
Tempera-se os bifes de atum com o alho picado, a folha de louro, o colorau, os orégãos e o sal. Deixa-se nesta marinada durante cerca de 2 horas.
Frita-se os bifes em óleo a ferver. Quando estiverem douradinhos de ambos os lados, tiram-se da frigideira e reserva-se à parte.
Na mesma frigideira, deita-se a cebola cortada às rodelas e deixa-se alourar. Junta-se o tomate picado grosseiramente, deixa-se cozer um pouco e adiciona-se a marinada dos bifes. Por fim, deita-se este molho de cebolada sobre os bifes e polvilha-se com a salsa fresca picada.
Servem-se acompanhados com batatas cozidas; milho cozido ou frito.

domingo, 7 de março de 2010

Milho cozido

Hoje estive na cozinha com a minha mãe a aprender a cozer milho! Acho que cá na Madeira, a maior parte das crianças já deve ter comido milho cozido "regado" com leite e açúcar ou com nozinhas de manteiga que depois se espalha conforme  esta derrete sobre o milho. Devia ser uma maneira das nossas mães nos "enganarem" para comermos o milho :) Hoje em dia já me parece uma combinação meio estranha e prefiro comer milho como "os adultos".


Ingredientes:
1 kg de farinha milho branco ou amarelo
água q.b.
1/2 dúzia de folhas de couve portuguesa/galega ("couve de todos os dias", como era chamada por cá)
2 dentes de alho grandes
1 raminho de segurelha
2 colheres (sopa) de óleo (usámos óleo de soja)
1 colher (sobremesa) rasa de manteiga (usámos margarina Becel)
1 colher (sobremesa) de sal
500 gr de favas (opcional)
torresmos q.b. (opcional)

Preparação:
Leva-se ao lume cerca de 2 litros de água e o óleo numa panela grande.
Entretanto, picar a couve em caldo-verde e picar o alho grosseiramente.


Antes de água ferver, enquanto ainda não está demasiado quente, junta-se a couve, o alho e as folhinhas de segurelha (sem a haste), e ir adicionando a farinha de milho aos poucos enquanto se mexe continuamente com uma colher de pau grande.


Ir adicionando mais água quente conforme necessário até obter a consistência certa, mexendo sempre bem de modo a desfazer todos os grumos.


Adicionar o sal e a manteiga (e as favas/torresmos*, se for o caso), deixar levantar fervura, baixar o lume e deixar cozer durante cerca de 1 hora, mexendo bem de vez em quando.
Quando o milho estiver cozido, volta-se a mexer muito bem uma última vez, deita-se em pratos rasos e serve-se a acompanhar cavalas com molho vilão ou bifes de atum; ou até mesmo com uma açorda, depois de frio e cortado em cubos.

 

O milho que não se deitar nos pratos, é deitado de imediato (para que não endureça na panela) em travessas e colocado no frigorífico depois de frio, sendo posteriormente cortado em cubos para comer assim frio ou para fritar.


*Nota: se adicionar torresmos, lembre-se que estes podem ser muito salgados. Assim, prove o milho quente antes de deitar sal, de modo a que não fique salgado.

sexta-feira, 5 de março de 2010

Pão de casca de banana

Adorei esta ideia de aproveitar a casca das bananas, em vez de deitá-las para o lixo. Com a casca das bananas que usei nesta receita, fiz mais este pão! E é claro que dei o pão a provar sem dizer qual era o ingrediente principal; só o revelei depois do pão estar aprovado! :P


Ingredientes:
300 ml de água morna
150 gr de cascas de banana (de 3 bananas)
15-20g de fermento de padeiro
2 colheres (sopa) de açúcar (usei açúcar mascavado claro da Whitworths)
2 colheres (sopa) de manteiga (usei margarina Becel)
600 gr de farinha de trigo T65
2 colheres (sopa) de leite em pó (usei leite em pó magro Molico, da Nestlé)
2 colheres (chá) de sal fino
flocos de aveia para o acabamento (não usei)

Preparação:
Untar a pá com um pouco de óleo para que seja mais fácil de retirar quando o pão estiver pronto.
No fim de lavadas as cascas de banana, retiram-se as extremidades duras. Liquefaz-se com a varinha mágica, ou equivalente, as cascas na água morna. Resultará um puré bastante escuro.
Coloca-se o puré obtido na forma da MFP juntamente com os restantes ingredientes, pela ordem mencionada.
Escolhe-se o ciclo ultra-rápido II (p/ pão até 1 kg) e a cor desejada (neste caso foi a tostagem média).
Quando acabar de amassar, espalham-se flocos de aveia pela superfície.
Depois de terminado o programa, retirar de imediato o pão da máquina. Desenforma-se e deixa-se arrefecer numa rede.


Notas: (tiradas da receita original)
- Em vez da casca de banana pode ser usada a casca de maçã ou outro fruto a gosto;
- Em vez da casca pode ser usada a polpa dos frutos;
- A massa pode ser aromatizada com canela, por exemplo, mas aqui a ideia era passar por pão integral;
- Deve ter-se em atenção ao ponto da massa, pois os purés poderão ter consistências diversas;
- Quando se for espalhar os flocos na superfície, se esta estiver muito seca, salpica-se antes com água.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Pão integral de banana e iogurte

Não quero tornar este blog num rol de receitas de pão mas a verdade é  que ainda ando a explorar as potencialidades da MFP, pelo que vou  experimentando sempre receitas diferentes :) Como esta combinação de pão/integral/banana/canela que mal vi aqui soube que tinha de experimentá-la! Resulta num pão doce bem gostoso (ou num "pã-bolo" como lhe chamou o meu namorado! Lol) e, como poderão ver pela explicação dada nas notas mais abaixo e pela foto, realmente não precisa de fermento!


Ingredientes:
60 gr de manteiga derretida (usei margarina Becel)
3 bananas grandes e maduras (400g) amassadas com o garfo num prato
2 ovos
1 iogurte natural (125ml)
½ chávena (100 gr) de açúcar
2 e ½ chávenas (100 gr) de farinha de trigo T65
1 chávena (140 gr) de farinha de trigo integral
2 colheres (sopa) de sementes de linhaça moídas em farinha (deitei as sementes inteiras)
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (chá) de canela moída
½ colher (chá) de sal fino

Para cobrir: (não usei)
1 colher (sopa) de açúcar em pó
1 colher (chá) de canela em pó

Preparação:
Untar a pá com um pouco de óleo para que seja mais fácil de retirar quando o pão estiver pronto. Colocar os ingredientes na MFP pela ordem descrita seleccionar um programa qualquer que amasse - eu usei o programa 1 (normal), nível I (para pão até 750 gr), tostagem média.
No final de amassar, desligar a MFP, polvilhar com a mistura de açúcar em pó e canela e seleccionar o programa "Cozer".


Notas: (tiradas da receita original)
- Este pão não leva fermento padeiro, seco ou químico, apenas cresce com a acção do bicarbonato de sódio e da acidez do iogurte, como se fosse um bolo.
- No final do programa, inspeccionar a massa cozida com um palito na zona central do pão. Se não estiver totalmente cozido, voltar a seleccionar o programa "Cozer" durante mais 10-20 minutos;
- Para tal, pode ser necessário esperar um pouco com a tampa fechada, para que a MFP deixe seleccionar novamente o mesmo programa.

terça-feira, 2 de março de 2010

Batatas no forno

Suponho que já deve existir por aí esta receita de batatinhas no forno, se bem que a fizemos da primeira vez adicionado o que havia cá em casa e por isso a consideramos "nossa" :)
Já cá tinha referido estas batatas super-gostosas numa outra receita, mas ficam tão boas que acho que merecem destaque pois são um óptimo acompanhamento, tanto para pratos de peixe como de carne.

Ingredientes:
batatas pequenas/médias
azeite
sal
herbes-de-provence
pimentão-doce em pó
piripiri em pó

Preparação:
Coze-se as batatas descascadas sem deixar que fiquem demasiado cozidas.
Unta-se um pirex com azeite e dispõem-se as batatas (se forem grandes, cortam-se a meio). Polvilha-se com o sal, as ervas, o pimentão-doce e o piripiri a gosto. Leva-se a forno quente e vai-se revolvendo para que as batas fiquem temperadas por igual. Retira-se quando estiverem ligeiramente douradinhas.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Pão de aveia e linhaça

Este foi o primeiro pão “a sério” que fiz na MFP. Os dois anteriores sairam perfeitos mas tinha usado farinha Continente já preparada. Agora o grande teste estava em adicionar ingrediente por ingrediente e ver se não me acontecia nenhum daqueles horrores que tenho lido por essa blogosfera fora (massa crua no interior do pão, pão que não cresce, etc). Encontrei esta receita neste blog que tem outras tantas igualmente apetecíveis e o pão ficou uma beleza! Como foi usado o programa “Sandes” ele não ficou tostadinho por cima, mas de sabor ficou uma delícia!! E agora deu para perceber como o pão que se compra na padaria é mesmo bastante salgado!...


Ingredientes:
350 ml de água morna
1 e ½ colher (chá) de fermento biológico seco (usei 1 pacotinho de Vahiné)
2 colheres (sopa) de açúcar (usei açúcar mascavado light da Whitworths)
150 gr de flocos de aveia reduzidos a farinha / farinha de aveia
100 gr de sementes de linhaça escuras/claras trituradas (não triturei)
350 gr de farinha de trigo T65
1 colher (sopa) de azeite
½ colher (chá) de sal
flocos de aveia e sementes de linhaça para enfeitar
azeite para pincelar

Preparação:
Untar a pá com um pouco de azeite para que seja mais fácil de retirar quando o pão estiver pronto. Colocar os ingredientes na MFP pela ordem indicada.
Seleccionar o programa “Sandes”. No final do 2º amassar, pincelar a massa com azeite e salpicar com os flocos e as sementes, fazendo alguma pressão.
Quando o programa acabar, retirar o pão e deixar arrefecer numa grelha.