terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Licor de pitanga

Confesso que não sou grande apreciadora de licores, mas sei como os licores caseiros são bem tradicionais por cá. Aliás, esta é a altura de ir fazendo os licores com as frutas da época que depois são provados por altura do Natal, quando já estão bem docinhos! Uma vez que a minha mãe não encontrou a receita de licor de pitanga que ela faz, guiei-me por uma receita do livro Aprender Cozinha Madeirense, lançado pela Secretaria Regional da Educação em 1988, e que deixo aqui ligeiramente melhorada com as dicas da minha mãe ;-)

Ingredientes:
1 l de álcool próprio para consumo
1 l de água
1 kg de açúcar
cerca de 250 gr de pitangas

Preparação:
Lava-se e escorre-se as pitangas. Quando estiverem secas, retira-se os caroços das pitangas fazendo um corte na lateral e empurrando com o dedo.
Deixa-se as pitangas inteiras em infusão no álcool durante uns dias. Segundo a minha mãe, quanto mais tempo ficar assim, melhor é; por isso vou deixar por um mês.
Ao fim desse tempo, faz-se uma calda, levando a água e o açúcar ao lume a ferver durante 10 minutos. Tira-se do lume e deixa-se arrefecer.
Depois mistura-se esta calda com o álcool, que esteve de infusão com as pitangas.
Deita-se em garrafas previamente esterilizadas e que fiquem bem fechadas durante cerca de 1 ano.
Por altura do Natal venho cá dizer-vos o resultado final e se ficou aprovado ;)

Quero ainda mencionar aqui que fazer licores caseiros pode tornar-se um tanto ou quanto dispendioso devido ao preço do álcool (que não pode ser aquele álcool que normalmente se encontra no supermercado). Este álcool, próprio para consumo, aqui só se encontra à venda nas farmácias e comprei 1 litro por 17,60€ - que deverá render cerca de 2 litros de licor.

2 comentários:

Maria disse...

E as pitangas? Onde as arranjas? Tenho umas saudades... Mas pensava que só davam em Junho/Julho.

Angela disse...

Não sabia que gostavas; há muita gente que não gosta muito por causa daquele sabor meio ácido.. Nós temos cá em casa às resmas! lol E houve tantas desperdiçadas porque não conseguíamos dar vencimento a tanta pitanga!
Dão no Verão e no Inverno também :)
Mas acho que agora acho que já estão a acabar.. No Verão já sabes onde vens buscar ;)