terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Cheesecake light

Ora aqui fica uma sobremesa light para ajudar no desmame dos doces que andámos a comer nas últimas semanas. Tinha visto esta receita de cheesecake light ainda no ano passado mas só agora tive a oportunidade de a fazer. Embora com algum receio (volta e meia estrago tudo quando faço alterações numa receita) mudei um ingrediente aqui e outro acolá - e também já andava há algum tempo para experimentar usar estas bolachas cheias de fibra numa sobremesa.



Ingredientes:
3 iogurtes naturais
300 gr de queijo fresco magro
2 colheres (sopa) de manteiga de soja amolecida
70 gr de frutose
1 pacote (190 gr) de bolacha Proalimentar Bifidus & Fibra
5 folhas de gelatina
Algumas gotas de limão
compota light/diet a gosto q.b.

Preparação:
Comece por fazer a base, picando na picadora as bolachas e a manteiga. Coloque esta mistura no fundo de uma tarteira de fundo amovível. Reserve no frigorífico.
Faça o recheio, hidratando e derretendo as folhas de gelatina e misturando muito bem o queijo (usei 5 queijinhos do Pingo Doce), os iogurtes, as gotas de limão e a frutose. Junte tudo às folhas de gelatina já derretidas e mexa bem até que forme uma mistura homogénea (pode ser com uma varinha mágica).
Verta esta mistura para cima da base e leve ao frio por 6 horas.
Cubra com a compota (usei cerca de 3/4 de um frasco de doce dietético de alperce da Schneekoppe, adoçado com frutose e por isso menos calórico, que trouxe a preço reduzido da prateleira dos produtos que estão a chegar ao fim do prazo de validade).

Para quem não está habituado ao sabor dos produtos de fibra, o melhor será fazer a base com bolacha Maria, de modo a obter a base convencional e mais crocante. Se fizer o recheio usando os ingredientes mencionados acima, obterá na mesma um cheesecake mais light. Eu cá já sou suspeita: adorei o resultado final (tanto que acabei por comer a minha fatia e a do jeitoso, que não ficou nada fã destas minhas invenções!) pois já estava à espera daquele sabor intenso e característico das bolachas de fibra - além do mais, quantas vezes podemos nos deliciar com uma sobremesa que até nos faz bem? ;)

3 comentários:

Argonauta disse...

FYI...não gostei.

Angela disse...

hihihh... eu sei :P

Maria disse...

Tu que experimentas, queres fazer-me um favor?
Eu acho que o melhor dos cheescakes é a base. Dá para esperimentares fares um pouco a mais, deixares enrijecer e depois partires aos pedaços e misturas com o recheio. Ou deitar depois do recehio para teres a certeza que ficam a meio. Deve ser óptimo aoanhar bocadinhos de bolacha assim.
É só uma sugestão. Podes até trazer para confirmar se fica bem. LOL