terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Toucinho do céu

Embora sendo apreciadora da nossa doçaria conventual, confesso que evito confecioná-las em casa devido à quantidade exagerada de gemas e de açúcar!  E eis senão quando encontro aqui uma receita "light" (apenas no sentido em que no lugar das tradicionais 15 ou 18 gemas, esta receita leva apenas 3 gemas) do famoso toucinho do céu. E nem pensei duas vezes: toca a fazê-la para sobremesa do almoço de Natal, cujo prato principal foi mais uma vez da responsabilidade do meu pai: um soberbo lombo de porco no forno!
Trata-se de um doce de confecção extremamente fácil e rápida - e que foi muito apreciado! - mas para a próxima vou experimentar colocar menos umas 50gr de açúcar.


Ingredientes:
300 gr de açúcar
200 gr de amêndoa ralada
sumo de 1/4 de limão
2 ovos inteiros + 1 gema
margarina Becel q.b.
açúcar em pó q.b.

Preparação:
Pique as amêndoas na picadora ou, se preferir, compre-as já moídas.
Junte os restantes ingredientes e misture com a batedeira até ficar homogéneo.
Unte uma forma redonda de 20 cm de diâmetro com a margarina e polvilhe com o açúcar em pó.
Deite a massa na forma e leve ao forno pré-aquecido a 170ºC, por 30 a 45 minutos.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Pão rústico com azeitonas e oregãos

Desta vez quis experimentar um pão diferente, que desse para ir petiscando antes e durante a refeição nestes "dias de Festa". Agradou-me esta receita, mas como só na altura em que meti mãos à obra é que notei que não tinha farinha branca em casa, acabei por utilizar farinha Nacional preparada para pão rústico. E saiu algo assim:


Ingredientes:
330 ml de água
1 colher (sopa) de azeite
500 gr de farinha Pão Rústico da Nacional
50 gr de azeitonas
2 colheres (chá) de orégãos

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Incorpore os ingredientes, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível I (para pão até 750 gr), tostagem a gosto (escolhi o mais tostado).
Quando apitar pela primeira vez, adicionar as azeitonas (usei das verdes recheadas com pimentos) cortadas a meio e os orégãos.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Ceia de Natal

Espero que estejam todos a passar um excelente Natal junto daqueles que mais amam. Quanto à minha noite da Consoada foi passada em família em casa dos meus pais, onde tivémos uma ceia de Natal tipicamente madeirense: bacalhau cozido acompanhado com ovo cozido, semilhas (ou batatas), pimpinela (ou chuchu), cenoura e couve cozidas, tudo regado com um bom azeite.
A tradição manda que sejam espigos cozidos, só que infelizmente este ano não houve muitos espigos cá na região, mas saciei o desejo com as famosas couves do sítio de João Frino (entre a Camacha e o Santo da Serra).
Com as sobras, houve "roupa velha" à moda do meu pai para o almoço da 1ª Oitava... uma delícia!
Ficam aqui umas fotos para recordação :)

domingo, 19 de dezembro de 2010

Sangria de vinho branco

Amigos a jantar em casa para provar a chicken tikka masala que o jeitoso ia fazer e eu a pensar o que é que ia mesmo bem com comida indiana... e lembro-me de uma sangria de vinho branco para refrescar o palato este prato indiano bem condimentado. Nunca tinha feito sangria na minha vida, mas nada como alguma pesquisa na internet para se aprender a fazer de tudo e mais alguma coisa ;)
E eis os ingredientes para uma sangria que ficou aprovada:

Ingredientes:
2 garrafas de vinho branco
1 garrafa de 7up fresca
1 maçã Granny Smith
1 laranja
1 limão
açúcar q.b.
1 pouco de vodka-melão
1 raminho de hortelã fresca
1 pauzinho de canela

Preparação:
Sem descascar, corta-se as frutas em meias-luas e depois em fatias finas. Adiciona-se o vinho branco aos poucos, a 7up e algum açúcar. Mexer bem e ir adicionando um pouco mais de um destes 3 ingredientes a gosto, conforme se queira a sangria mais forte ou mais docinha. Acrescentar um pouco (só um pouco mesmo!) de vodka melão, a hostelã e a canela. Voltar a provar e adicionar mais algum ingrediente a gosto. Por fim, levar ao frigorífico durante pelo menos 1 hora.
Só vos digo que aquela vodka melão dá-lhe um gostinho especial, as frutas conferem umas cores bem vivas e bebe-se que nem ginjas! ;)
A foto... bem, é aquela coisa do costume: amigos, conversa, fominha... nem foto da sangria nem da chicken tikka masala do jeitoso que também estava uma delícia. Fica para a próxima!

domingo, 31 de outubro de 2010

Lombo de porco com ananás

O almoço de Domingo com a família cá em casa e lembrei-me de uma receita de lombo de porco com ananás no forno que saiu numa revista Teleculinária e que ficava sempre uma delícia. Mas desta vez deu-me para experimentar fazê-la de outra maneira. A receita original fica para uma próxima oportunidade. A que eu fiz foi assim:

Ingredientes: (p/ 6 pessoas)
1 kg de lombo de porco limpo
1 ananás pequeno
1 copo de vinho branco
1 colher (chá) de paprika
alecrim fresco
2 dentes de alho
1 folha de louro
2 colheres (chá) bem cheias de "mostarda l'ancienne"
5 colheres (sopa) de molho exótico
1 cálice de vinho Madeira
1 cálice de aguardente
sal qb
pimenta moída na altura qb
margarina Becel qb

Preparação:
Comece por fazer uma marinada de véspera temperando a peça de carne inteira com e pimenta, o alho esmagado, a folha de louro, a paprika, o alecrim, a mostarda, o molho exótico, o vinho Madeira e a aguardente. Reserve de um dia para o outro no frigorífico.
No dia, corte o lombo em fatias nem muito finas nem muito grossas (este trabalho deve ser feito com muito cuidado para que as fatias fiquem iguais).


Descasque o ananás, corte-o ao meio na vertical, retire-lhe o talo central e corte-o em fatias finas.
Sobre uma tábua coloque, intercaladamente e bem encostadas, fatias de porco e ananás, sendo a primeira e a última de porco. Aconchegue bem de modo a reconstituir o lombo de porco.
Enfie-lhe de ponta a ponta um espeto metálico ou de madeira e ate, no sentido do comprimento, com um fio incolor aconchegando bem mas sem ser necessário apertar demasiado.
Coloque no tabuleiro e deite-lhe por cima o molho da marinada e acrescente umas nozes de margarina.


Leve a assar em forno médio e, uma vez por outra, regue como próprio molho (se for necessário, acrescente de vez em quando um pouquinho de água a ferver para no fim ter molho suficiente). Demora cerca de 40 minutos a assar.
Depois de assado, retire-lhe com cuidado os fios mas, por segurança, retire o espeto apenas quando a carne estiver na travessa de ir à mesa. Passe o molho pelo passador e rectifique os temperos. Sirva regado com o molho. À parte, servimos batatinhas assadas, arroz de cenoura e bróculos salteados em azeite e alho.
Lamento mais uma vez não ter foto do resultado final, mas mal o lombo de porco saiu do forno, foi direitinho para os pratos e passámos à degustação!
Para a sobremesa, fiz uso de uma fruta da época, a manga, e voltei a fazer esta deliciosa bavaroise de manga que todos repetiram :)


Sugestão: pode usar ananás em conserva.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

1º aniversário do blog!

É verdade, este blog faz hoje um aninho!
Um beijinho especial para todos os que já visitaram o Receitas que eu gosto... e os outros também!
E que ao longo do próximo ano haja mais disponibilidade para passarmos tempo de qualidade a cozinhar ;-)

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Spaghetti com frango al pesto

No início desta semana pós-férias foi feito um creme de legumes que rendeu para o jantar até ontem. Porque é saudável e porque o tempo de Outono já convida a uma sopa ao fim do dia.
Mas hoje é Sexta e merece(mos) um jantar diferente. Mas algo rápido. Conhecem algo melhor que uma boa massa? ;)
E um frasco de pesto que andava ali por abrir foi o pretexto ideal para fazermos este spaghetti.

Ingredientes: (p/ 2 pessoas)
2 peitos de frango
250 gr de spaghetti ou outra massa a gosto
1 dente de alho grande
1 colher (sopa) rasa de margarina Becel
1 punhado de amêndoas em pedaços
150 gr de pesto (usámos molho de pesto com rúcula)
sumo de 1/2 limão
sal e pimenta preta moída na altura
queijo parmesão (facultativo)
folhas de majericão para decorar

Preparação:
Temperar os peitos de frango (desossados e limpos de peles e gorduras) com pimenta preta e sumo de limão. Deixar assim durante cerca de 2 horas.
Deitar um pouco de margarina numa frigideira quente e adicionar o dente de alho. Juntar aos poucos a carne cortada em tirinhas ou aos cubos, mexendo sempre. Temperar de sal. Por fim, adicionar a amêndoa e deixar fritar mais um pouco.
Entretanto, cozer a massa al dente, retirar do lume e escorrer. Na taça de servir, misturar a massa com o pesto e acrescentar a carne. Servir com umas raspas de queijo parmesão e decorar com umas folhas de manjericão.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Bacalhau Next Week

Nestas férias passadas na ilha de Porto Santo, o jeitoso meteu-se a fazer bacalhau para a janta. Como ele não é grande fã deste peixe (para minha grande tristeza) deixei-o preparar o bacalhau à maneira dele ;)
E resultou num bacalhau no forno simples mas bem gostoso, que ganhou o nome da casa onde estávamos a passar férias.
 

Ingrendientes: (p/ 2-3 pessoas)
2 postas de bacalhau demolhado
batatas q.b.
1 cebola grande
2 dentes de alho
1 folha de louro
tomilho q.b.
sal q.b.
1/2 copo de vinho branco
2 tomates de tamanho médio maduros
1/2 malagueta fresca

Modo de preparação:
Corta-se a cebola em rodelas e coloca-se num tabuleiro, juntamente com alho esmagado e a folha de louro. Rega-se com azeite, tempera-se com sal e tomilho e leva-se a forno quente a alourar.
Entretanto,  ferve-se o bacalhau, limpa-se de peles e espinhas, separa-se em lascas e reserva-se. Descasca-se as batatas, corta-se em rodelas finas e reserva-se também.
Retira-se o tabuleiro do forno, adiciona-se um pouco de vinho branco, cobre-se a cebola com tomate às rodelas e volta-se a levar ao forno por mais 5-10 minutos. Por fim, cobre-se com o bacalhau às lascas, a malagueta e as batatas às rodelas. Rega-se com mais um pouco de azeite, tempera-se com  um pouco de sal grosso e tomilho, e vai ao forno até as batatas estarem cozidas. Acompanha-se com salada de alface ou legumes cozidos e um bom vinho branco.



Nota: a foto será adicionada logo que voltemos a casa.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Bolo de chocolate com cobertura de Nutella para o aniversário do jeitoso

Aniversário do jeitoso. Que adora Nutella! E logo meti na cabeça a ideia de fazer um bolo com Nutella :)
Dito e feito! Bastou procurar um pouco e deparei com esta receita - e a foto pecaminosa eliminou qualquer dúvida...
Embora o bolo não ficasse alto o suficiente para rechear (falta de uma forma de tamanho intermédio) tudo teria corrido bem, não fosse eu a apressada que sou e que quase estragava o essencial: a cobertura à base de Nutella. Mas tudo fica bem quando acaba bem ;)


Ingredientes:
5 ovos
1 chávena (chá) de açúcar
1/2 chávena (chá) de manteiga
1/2 chávena (chá) de leite
1 chávena (chá) de chocolate em pó
1 e 1/2 chávena (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó

Para o recheio e cobertura:
400 gr de Nutella
2 chávenas (chá) de natas
Preparação:
Na batedeira, bata o açúcar com a manteiga até formar um creme. Continue batendo e junte as gemas, uma a uma, e o leite. Bata bem. Misture o chocolate em pó, a farinha e o fermento. Bata as claras em neve e incorpore na massa. Coloque em uma forma de 23cm de diâmetro, untada com margarina e enfarinhada. Asse no forno pré-aquecido a 200ºC durante aproximadamente 25 minutos.
Depois do bolo estar completamente frio, bata as natas até obter ponto de chantilly. Continue batendo e acrescente a Nutella. Bata até formar um creme homogéneo. Corte o bolo ao meio e recheie. Cubra com o restante do creme e decore a gosto.


Nota:  a foto será tirada após feita a decoração do bolo.

domingo, 22 de agosto de 2010

De regresso e com um Pão de Tomate :)

Tenho andado meio desaparecida devido à mudança de casa no início do mês. Após 2 semanas de caixotes e sacos por todos os cantos do apartamento, agora já parece habitável e já nos sentimos mais "em casa" :)
Já andava há algum tempo para experimentar uma receita de um pão com tomate, queijo e orégãos para servir no início da refeição e decidi-me a fazê-lo ontem, mas como não tinha o queijo necessário em casa nem tempo para ir comprá-lo, optei por esta receita mais simples.
Mesmo sem queijo, o pão ficou aprovadíssimo... tanto que nem deu para tirar foto nem sobrou nada para contar história! :)

Ingredientes:
130 ml de polpa de tomate
1 ovo batido
25 gr de margarina Becel
8 gr de açúcar
4 gr de sal
250 gr de farinha de trigo
12 gr de leite em pó magro
orégãos a gosto
1 saqueta de fermento de padeiro em pó (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível I (para pão até 500gr), tostagem média.

domingo, 4 de julho de 2010

Pão de sementes de linhaça com germen de trigo

Não tenho feito pão desde que regressei das férias. Pura preguiça. Mas agora regresso com esta receita que vi aqui e que me pareceu bem nutritiva e que resultou em mais uma receita de pãp aprovada.

Ingredientes:
350 ml de água
1 colher (chá) de sal grosso
1 colher (chá) de açúcar mascavado claro
560 gr de farinha de trigo T65 (dividi e usei farinha branca e farinha integral)
1 colher (sopa) bem cheia de farinha de arroz (não deitei)
3 colheres (sopa) de sementes de linhaça
2 colheres (sopa) bem cheias de germen de trigo
1 saqueta de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível II (para pão até 750gr), tostagem média ou escura, a gosto.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Bolo de tâmaras

Tinha planeado fazer este bolo para o Dia da Mãe mas como os meus pais não estavam cá na altura, acabei por adiar. Agora que reparei que as tâmaras estavam a chegar ao fim do prazo de validade, decidi fazer o bolo :P
Esta é uma receita da minha Mãe, que costumava fazer com alguma frequência mas que já não faço há uns bons anos. Foi com este bolo que passei a adorar tâmaras!
Aproveitei para estrear uma forma de fundo amovível que já tinha comprado há uns meses e ainda não tinha usado. E desta vez adulterei um pouco a receita e experimentei substituir a farinha branca por interal e o açúcar branco por açúcar mascavado - tenho a certeza que a minha Mãe vai gostar na mesma ;)


Ingredientes:
1,5 chávena (195 gr)  de farinha de trigo (usei integral)
1 chávena (130 gr) de açúcar (usei açúcar mascavado claro)
0,5 chávenas (100 gr) de manteiga (usei margarina Becel)
2 colheres (chá) de fermento em pó
2 ovos
300 gr de tâmaras
1 chávena de água a ferver

Preparação:
Deitar a água quente sobre as tâmaras e deixar arrefecer. Juntar o açúcar, a manteiga e os ovos amassar até ficar em creme. Quando estiver bem batido, adicionar a farinha peneirada com o fermento e bater bem. Por fim, juntar as tâmaras (às quais já se retirou o caroço).
Torna-se a bater mais um pouco, mas desta vez só com a colher de pau e com cuidado para que as tâmaras fiquem inteiras. Deitar esta massa numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha e levar ao forno quente (200ºC) durante 30-35 minutos.
Podem polvilhar com açúcar em pó depois de frio. Eu deixei ficar assim; é um óptimo bolo para o lanche... deliciem-se com os bocados de tâmaras que vão encontrar em cada dentada!

domingo, 20 de junho de 2010

Porco, paprica e sementes de papoila com massa

Ontem fizémos para o jantar uma das sugestões do livro de receitas de massas que ofereci ao jeitoso no Natal passado.
Houve algumas adaptações por não encontramos alguns ingredientes ou julgarmos que havia em casa e afinal não havia, por isso acabámos por não seguir a receita bem à letra mas o resultado final foi saboroso :)


Ingredientes: (p/ 4 pessoas)
500 gr de pappardelle (usámos tagliatelle fresca)
20 gr de manteiga ou margarina
1 ½ colheres (sopa) de óleo vegetal (substituimos a manteiga e o óleo por azeite)
1 cebola, às rodelas finas
1 dente de alho, esmagado
2 colheres (chá) de paprica doce (não tínhamos)
1 pitada de pimenta-de-caiena (usámos pimenta preta moída na altura)
500 gr de carne magra de porco (bifes da perna ou lombo) em fatias finas
1 colher (sopa) de salsa fresca finamente picada
1 colher (sopa) de Porto ou outro vinho seco forte (usámos vinho Madeira)
1 colher (sopa) de pasta de tomate (usámos polpa de tomate)
300 gr de natas ácidas (usámos crème fraîche light)
150 gr de cogumelos, às fatias
2 colheres (chá) de sementes de papoila (infelizmente não deitámos porque ainda não encontrei sementes de papoila aqui na ilha)
2 colheres (sopa) de salsa fresca picada

Preparação:
Cozinhe o pappardelle num tacho grande com água salgada a ferver em cachão até ficar al dente. Escorra e coloque novamente no tacho.
Aqueça a manteiga e meia colher de sopa de óleo numa frigideira e com cuidado frite as rodelas de cebola durante 6-8 minutos, ou até que amoleçam. Junte o alho, a paprica, a pimenta-de-caiena, o porco e a salsa, e tempere a gosto, com pimenta moída na altura. Salteie rapidamente em lume forte até que o porco fique cozinhado. Junte o Porto e deixe ferver cerca de 10 segundos. Junte a pasta de tomate e as natas ácidas e mexa até ficar bem misturado. Deite os cogumelos e acerte o tempero. Reduza o lume para o mínimo.
Deite o resto do óleo e as sementes de papoila sobre a massa quente. Sirva o porco espalhado por cima da massa. Guarneça com salsa fresca, mesmo antes de sirvir.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Lasanha de espinafres e requeijão à Ana Catarina

Regressei este fim-de-semana das férias e trouxe comigo uma receita que aprendi a fazer durante os dias que fiquei com uma amiga, em Braga. Como já vem sendo habitual, dou preferência aos ingredientes menos calóricos. E ficou quase, quase tão bom como o dela :P


Ingredientes: (p/ 3 pessoas)
9 folhas de lasanhas pré-cozidas
2 embalagens de espinafres picados congelados
2 requeijões light
molho béchamel light q.b.
molho de tomate e basílico q.b.
leite magro b.b.
azeite q.b.
1 dente de alho
queijo ralado light
sal e pimenta preta moída na altura

Preparação:
Deitar os espinafres num tacho com água a ferver e deixar por uns 5 minutos.
Escorrer os espinafres e reservar. Num tacho, deite um pouco de azeite e leve ao lume. Pique finamente o dente de alho e espalhe por cima do azeite quente para que solte um pouco o aroma, mas sem deixar queimar. Junte os espinafres e misture bem. Adicione um pouco de leite e volte a mexer. Tempere de sal e pimenta. Por fim, adicione o requeijão e mexa bem até que este se desfaça por completo nos espinafres. Rectifique os temperos e retire do lume. Entretanto, ligue o forno a 250ºC.
Unte um pirex rectangular (onde encaixe bem 3 folhas de lasagna) que possa ir ao forno e à mesa com um pouco de molho béchame. Disponha 3 folhas de lasanha sobre o béchamel e cubra-as generosamente com os espinafres. Salpique com um pouco do molho de tomate e disponha mais 3 folhas de lasanha. Barre um pouco as folhas com um pouco de béchamel e volte a cobrir com os espinafres. Disponha as últimas 3 folhas de lasanha, barre com um pouco de béchamel e deite mais um pouco de molho de tomate. Por fim, polvilhe com um pouco de queijo ralado e leve ao forno. Passados uns 5 minutos, baixe a temperatura do forno para os 200ºC e deixe cozer durante 20-25 minutos. Deixe gratinar durante uns 2 minutos e está pronto a servir.
Acompanhe com um bom vinho ;)

domingo, 30 de maio de 2010

Pão de frutas para o Piquenique Petit Plaisir

Depois de muito quebrar a cabeça para me decidir por uma das 17.521 receitas de pão doce na MFP que se podem encontrar online, acabei por escolher este pãozinho que me pareceu bem apetitoso para partilhar no piquenique organizado pelas meninas cupcakes onde tive a oportunidade de provar aquelas pequenos prazeres que elas fazem! Meti mãos à obra logo de manhã, fazendo apenas umas pequenas alterações na receita, e fiz também umas gelatinas coloridas numas forminhas próprias para levar gelatinas em piqueniques (adoro estes tupperwarerzitos e coisinhas de piquenique! Lol)
Foi um piquenique 5* numa tarde estupenda!


Ingredientes:
200 ml de leite magro
3 colheres (sobremesa) de margarina Becel
1 colher (sopa) açúcar mascavado claro
1 ovo
1 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de canela em pó
400 gr de farinha T65
1 colher (chá) de fermento de padeiro granulado (usei 1/2 saqueta da Vahiné)
125 gr de Fruta Sortida Picada Cristalizada

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, excepto as frutas, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível I (para pão até 750gr), tostagem média.
Ao primeiro sinal sonoro adicione as frutas cristalizadas.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Pão integral de sementes

Não tenho feito pão nos últimos dias por pura preguiça. Mas ontem fui buscar esta receita que já tinha aqui na lista para fazer há algum tempo e fiz este pão bem saboroso com sementes, como eu gosto!

Ingredientes:
110 ml de água
200 ml de leite magro
1 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de mel
1 colher (sopa) de azeite
270 gr de farinha de trigo
230 gr de farinha integral
1 saqueta de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)
100 gr de mistura de sementes a gosto

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, excepto as sementes, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 3 (integral), nível II (para pão até 750gr), tostagem escura.
Ao primeiro sinal sonoro adicione a mistura de sementes.

domingo, 23 de maio de 2010

Pão de alfarroba

Já ando há algum tempo com curiosidade de experimentar fazer um pão com farinha de alfarroba. Hoje é o dia! :)
Encontrei esta receita à qual apenas fiz umas ligeiras alterações e meti mãos à obra. Diz que fica com um sabor a chocolate... e não é que fica mesmo?! Ficou aprovado :)

Ingredientes:
400 ml de água
1 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de açúcar mascavado claro (podem deitar o dobro do açúcar se quiserem um pão mais doce e com um sabor menos intenso)
400 gr de farinha de trigo T65 (usei sensivelmente metade de farinha branca e metade de farinha integral)
200 gr de farinha de alfarroba
1 saqueta de fermento de padeiro granulado (usei da Vanhiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível II (para pão até 1000gr), tostagem média.


Para saber um pouco mais sobre os benefícios da alfarroba:
A alfarroba é um fruto proveniente da alfarrobeira, uma árvore nativa dos países Mediterrâneos. É semelhante a uma vagem e a sua polpa, depois de torrada e moída, torna-se um delicioso substituto do cacau.
É uma fonte de vitamina B1 e A e de minerais como o cálcio. Este fruto contém ainda uma quantidade generosa de fibras solúveis, com propriedades benéficas para o correcto funcionamento intestinal e para o controle do colesterol. O que poderá pesar mais na altura de decidir entre o chocolate de cacau e o feito à base de alfarroba é que este último não possui praticamente gordura, contendo apenas 0,7%; além disso não contém cafeína nem glúten podendo ser consumido por doentes celíacos.
Por outro lado, a nível farmacológico, a alfarroba conta com a presença de taninos, que entram na composição dos vegetais, e que constituem os principais adstringentes naturais conhecidos com propriedades antidiarreicas, isto porque possuem a capacidade de formar complexos insolúveis protectores da mucosa intestinal, sem alterar a vitalidade celular do tecido, evitando a exsudação e a secreção da própria mucosa, protegendo-a de irritações.
A utilização da alfarroba como substituto do cacau é ainda uma novidade no nosso mercado, e que ainda se encontra relativamente dispendiosa, contudo é uma alternativa saborosa e nutritiva para quem está interdito de comer chocolate ou para quem pretende simplesmente variar...
Informações nutricionais por cada 100 gramas de alimento (chocolate de alfarroba, valores aproximados): 557 Kcal, 35g de gordura e 8,5g de proteínas (informação tirada daqui).

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Curso de Gastronomia Tradicional Venezuelana - 2º dia

Hoje foi o 2º e último dia do curso de gastronomia tradicional venezuelana promovido pelo Consulado da Venezuela no Funchal. As receitas que aprendemos hoje tiveram por base uma receita de Massa Holjaldre (massa folhada), a qual aprendemos a fazer desde o princípio - é uma massa bem trabalhada mas que pode ser conservada no congelador durante 3 meses, de modo a termos sempre massa folhada "à mão" quando necessitarmos.
Depois de aprendermos a fazer a massa, passámos a várias aplicações da mesma: Pasapalos salados (fizémos com recheio de sardinhas & anchovas, e também de fiambre), Pastelitos de jamón y queso, Milhoja (mil-folhas), e ainda  um Strudel de maçã (também experimentámos a variante recheada apenas com queijo fresco). Todas as iguarias ficaram aprovadas após a degustação! :)
Foi um curso interessante onde pudémos aprender um pouco da gastronomia daquele país e de onde tirámos ainda algumas dicas culinárias. Agora só falta colocar na prática o que aprendi na teoria ;)

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Curso de Gastronomia Tradicional Venezuelana - 1º dia

O Consulado da Venezuela no Funchal tem promovido alguns cursos de gastronomia tradicional venezuelana. Inscrevi-me neste e hoje aprendemos a fazer uma sobremesa: Torta 3 leches, e uma tarte salgada: Pastel Polvorosa de Pollo. Houve também uma degustação das iguarias preparadas e são bem saborosas. Amanhã há mais!


quarta-feira, 19 de maio de 2010

Salada fantasia com molho de cocktail

Continuamos a ter dias mais quentes (yuppiiee!!) e a fazer de tudo para aproveitá-los ao máximo! Hoje, depois do trabalho, viemos logo para casa fazer mais uma das deliciosas receitas do jeitoso para o jantar, numa luta desenfreada contra o tempo... e que valeu a pena pois conseguimos disfrutar esta excelente salada no terraço, enquanto ainda estava sol :)


Ingredientes: (p/2-3 pessoas)
fusilli tricolor
camarão pequeno descascado congelado
folhas de alface
ananás
queijo para saladas ou outro a gosto
sal q.b.

Para o molho de cocktail:
maionese light
ketchup
salsa
brandy ou aguardente
sumo de limão
sal e pimenta q.b.

Preparação:
Comece por cozer a massa. Coza também o camarão. Enquanto ambos arrefecem, lave as folhas de alface e disponha-as nos pratos. Descasque e corte o ananás e o queijo em pequenos cubos.
Prepara igualmente o o molho, juntando a gosto os ingredientes indicados.
Quando já estiver fria, distribua a massa sobre as folhas de alface e proceda de igual modo com os camarões. Termine com alguns cubos de ananás e de queijo. sirva com o molho de cocktail e um bom vinho branco frio.

domingo, 16 de maio de 2010

Pão rápido de mistura e iogurte

Foi numa receita do blog da Gasparzinha que fui basear-me para fazer um pão para o início da semana. Queria um pãozinho rápido e, como de costume, que não levasse apenas farinha branca. E cá fica mais uma excelente escolha!

Ingredientes:
250 gr de água
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de açúcar mascavado claro
10 gr de vinagre
125 gr de iogurte natural
250 gr de farinha de trigo T65
100 gr de farinha de centeio
150 gr de farinha de trigo integral
40 gr de flocos de aveia
1 saqueta de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 4 (rápido), nível I (para pão até  1000gr), tostagem escura.

sábado, 15 de maio de 2010

Pão de soja com sementes de sésamo

Há tempos vi farinha de soja no supermercado e decidi trazer para experimentar num pão. Queria fazer um pão de soja que não tivesse por base aquelas farinhas já preparadas que se vêem nos supermercados. Resolvi então experimentar num destes dias e parti duma receita simples como esta. Resultou num pão escuro, devido à cor da farinha, e com um ligeiro sabor a soja, que cá por casa não foi muito apreciado mas eu até não desgostei - acho que fica muito bom com um pouco de compota :)

Ingredientes:
350 ml de água
1 colher (chá) rasa de sal grosso
250 gr de farinha de soja
250 gr de farinha de trigo T65
70 gr de sementes de sésamo
1 embalagem de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, excepto as sementes, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível I (para pão até 750 gr), tostagem escura.

domingo, 9 de maio de 2010

Pão branco ultra-rápido

Após ter recebo algumas "queixas" de que nunca faço pão branco, hoje resolvi experimentar esta receita simples e rápida para o lanche da tarde. Mais uma receita aprovadíssima que resulta num pãozinho bem fofinho!

Ingredientes:
240 ml de água morna
1 colher (sopa) de açúcar mascavado claro
2 colheres (sopa) de leite em pó magro
1,5 colheres (sopa) de azeite
1 colher (chá) de lecitina de soja (opcional, não utilizei)
1 colher (chá) sal
3 copos de farinha de trigo T65 (copo medida da máquina)
1/2 saqueta de fermento em de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 6 (ultra rápido I), nível I (para pão até  750 gr), tostagem escura.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Pão simples

Andava à procura de uma receita de pão branco e encontrei esta que acabou por ser a eleita para o início desta semana - e não é nada má :)

Ingredientes:
300 ml de água
1 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de azeite (opcional)
240 gr de farinha trigo T65
240 gr farinha de trigo integral (usei farinha de trigo integral, farinha de aveia e farinha de centeio em partes iguais)
1 saqueta de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (pão normal) ou 3 (pão integral), nível I (para pão até  750 gr), tostagem escura.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Salmão no forno com misto de legumes

Ontem o jeitoso chegou do supermercado com uma mão cheia de ideias para o jantar. Se ao início eu não estava bem a ver qual seria o resultado final  daquelas combinações todas, mais tarde acabei por repetir uma coisinha de cada! Confesso que não sou grande fã de esparregado feito com natas, e com manteiga muito menos! Mas o jeitoso lembrou-se de fazê-lo com queijo mozzarela e adorei :) E aquele tomatinho no forno... uhmm... uma delícia! Aqui fica então a sugestão para uma refeição light bem gostosa ;)


Ingredientes: (p/ 2 pessoas)
2 filetes de salmão fresco
sumo de limão qb
sal
pimenta preta moída na altura
orégãos

Para o esparregado:
espinafres qb
1 noz de manteiga
1 queijo mozzarela

Para o tomate assado:
tomates cherry
queijo mozzarela
sal
pimenta preta moída na altura
orégãos

Para os cogumelos:
cogumelos portobello
margarina vegetal qb
sal

Preparação:
Comece por temperar o peixe com sal e sumo de limão e deixe a marinar por algum tempo.
Entretanto, lave e corte os cogumelos em fatias não muito finas.
Lave o tomate e corte-os em metades.
Disponha os filetes de salmão num pequeno pirex, polvilhe com pimenta preta e orégãos, regue com o sumo da marinada e leve ao forno para assar a cerca de 200ºC. Quando o peixe estiver cozido, deixe gratinar um pouco e reserve.
Enquanto estiver a assar o peixe, aproveite para assar as metades de tomate cherry que polvilhou com sal, pimenta preta e orégãos que misturou previamente com um pouco de queijo mozzarela cortado em cubinhos. Leve assim ao forno e, quando for gratinar o peixe, aproveite para também dar um pouco de cor ao tomate.
Entretanto, derreta um pouco de margarina numa frigideira e adicione os cogumelos laminados. Tape e deixe os cogumelos cozerem um pouco. De seguida, tempere-os de sal e adicione o dente de alho picado finamente. Deixe cozer mais um pouco e reserve.
Para fazer os esparregado, coza os espinafres e escorra muito bem a água. Volte a deitá-los no tacho e junte-lhes o queijo mozzarela picado grosseiramente. Mexa até que o queijo derreta por completo.
sirva o peixe acompanhado com os legumes.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Pão de milho rápido

Na semana passada não houve muito tempo para andar a cozinhar ao fim do dia. As refeições foram desenrascadas com comida preparada noutras alturas e que foi congelada propositadamente para estas ocasiões, mas de vez em quando sempre se vai fazendo um pãozinho - afinal, é só deitar tudo para dentro da cuba e a máquina trata do resto ;)
E finalmente fiz a tal receita com farinha de milho da Elsa que eu queria experimentar há dias. Não sobrou pão para a foto, mas digo já que resultou num pão amarelinho e com um inconfundível sabor a milho.

Ingredientes:
400 ml de água
2 colheres (chá) de azeite
2 colheres (chá) de sal
1,5 colheres (chá) de açúcar mascavado claro
500 gr de farinha de trigo T65
160 gr de farinha de milho
1 saqueta de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 4 (rápido), nível I (para pão até  750 gr), tostagem escura.

domingo, 2 de maio de 2010

Nigella's lemon linguine

Ultimamente parece que ouço falar da Nigella Lawson por todo o lado, tal qual deusa da cozinha. É o jeitoso a gabar os dotes culinários da senhora "apesar de ser meio javarda na cozinha" - diz ele, é a Kitty Rambles a descrever como são divinais as receitas dela e até a AvoGi a comentar o estilo diferente da Nigella.
Bem, eu que nunca vi nenhum programa da dita cuja, e que já começava a ficar intrigada com tanta Nigella, Nigella, Nigella, ontem lá andei a ver alguns videos no youtube do Nigella Bites.
Ora isto foi já ao fim da tarde; chega à hora de jantar e não há muita coisa em casa... e que tal fazermos aquela massa da Nigella?
E pronto, mãos à obra! Confesso que o resultado final surpreendeu-me, e pela positiva. Um sabor fresco e leve, completamente diferente. Acabámos por não tirar fotos, por isso deixo aqui o video do youtube de onde tirámos a receita:


Ingredientes: (p/ 2-3 pessoas)
1/2 pacote de linguine
3 gemas
queijo parmesão q.b.
sumo de 1/2 limão
raspa de 1 limão
cerca de 200 ml de natas (usámos light)
2 colheres (sopa) de manteiga (usámos margarina Becel)
salsa fresca
sal q.b.

Preparação:
Cozer a massa em água a ferver com sal até ficar al dente.
Entretanto, bater as gemas, ralar queijo parmesão a gosto e juntar às gemas batidas, adicionar o sumo e a raspa de limão, e por fim as natas.
Quando a massa estiver cozida, escorrer (sem passar por água fria para que a massa se mantenha quente) e voltar a deitar no tacho, envolvendo na manteiga até que esta derreta por completo. Logo de seguida, para que a massa não arrefeça, deitar o molho sobre a massa e envolver bem. Ter em atenção que a massa não deve voltar ao lume - para que o molho não se transforme em ovos mexidos!
Polvilhar com salsa picada, voltar a envolver e terminar com mais um pouco de parmesão ralado na altura.

sábado, 1 de maio de 2010

Atum salpresado

Desde criança que, no 1º de Maio, vamos todos passear e fazemos um piquenique nas serras da Madeira. Na bagageira do carro, entre outras iguarias, estava sempre à nossa espera o atum salpresado, preparado em escabeche, e as batatas cozidas. Lembro-me dos putos que faziam colares com flores de giesta e vinham vendê-los para a berma das estradas a ver se ganhavam uns trocos. Recordo-me também de passarmos por alguns carros que exibiam grandes cornos de bode ou de touro (enfim, lá os que tinham) amarrados na parte da frente do carro, já que se dizia que o 1º de Maio também era o dia do cornudo! E assim se celebra o 1º de Maio por aqui.
Este ano, e como os meus pais vão viajar este fim-de-semana, acabámos por não fazer o tal passeio em família mas o atum não podia faltar à mesa.


Ingredientes: (p/ 6 pessoas)
1/2 posta de atum fresco com cerca de 1,5 kg
sal
orégãos
alho
louro
1 cebola pequena

Para o escabeche:
cebola
alho
malaguetas
salsa fresca
azeite
vinagre

Preparação:
Tempere a peça de atum inteira com 1 punhado de sal, os orégãos, uns dentes de alho esmagos e a folha de louro e deixe assim durante um dia.
No dia seguinte, coloque o atum num tacho, cubra com água, adicione uma cebola pequena inteira e leve a cozer durante cerca de 45 minutos.
Quando o peixe estiver cozido, escorra a água e deixe-o arrefecer um pouco. Separe estão o atum em pedaços mais pequenos (sem cortar) e distribua num tabuleiro de ir à mesa. Cubra o peixe com alho picado finamente, cebola cortada às rodelas, malaguetas picadas e tempere abundantemente com azeite e vinagre.
Sirva frio decorado com salsa fresca picada e acompanhe com batata cozida e salada de alface.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Pão de mistura

Esta receita acabou por resultar na mistura de várias outras e de algumas "sobras" de ingredientes! Lol
Primeiro era para ser um pão com farinha de milho. Mas após ter colocado a água, o sal, o açúcar e o azeite na cuba, lembrei-me que só tinha meia saqueta de fermento... Depois encontrei uma outra que levava a mesma quantidade de água e só era necessária a quantidade de fermento que eu tinha em casa... mas quando fui buscar o farelo de trigo vi que só havia um restinho! Então, toca a desenrascar: terminei um pacote de farinha de trigo e, em vez de abrir outro, completei a medida com farinha integral. Adicionei o que tinha de farelo de trigo e o resto desenrasquei com germen de trigo. Et voilá! Ficou com a textura perfeita! ;-)

Ingredientes:
400 ml de água
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de açúcar mascavado claro
2 colheres (chá) de azeite
590 gr de farinha de trigo T65
110 gr de farinha de trigo integral
20 gr de farelo de trigo
80 gr de germen de trigo
2 colheres (chá) de fermento de padeiro granulado (cerca de ½ saqueta de Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de azeite para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 3 (pão integral), nível II (para pão até  1000 gr), tostagem média.

domingo, 18 de abril de 2010

Pudim de veludo

Sugestão de um pudim mais tradicional para estes dias (já que o tempo ainda não convida totalmente a sobremesas mais frescas) e que em geral é apreciado por todos.


Ingredientes:
0,5 l de leite
6 ovos
250 gr de açúcar
raspa de 1 lião
caramelo q.b.

Preparação:
Separam-se as gemas das claras e batem-se as gemas com o açúcar até obter uma massa fofa. Junta-se pouco a pouco o leite morno e a raspa do limão. Batem-se as claras em castelo forte, mistura-se ao preparo anterior, movimentando de cima para baixo de forma a não quebrar as claras. Deita-se na forma caramelizada e lava-se a cozer em banho-maria em forno pré-aquecido (180ºC) durante cerca de 45 minutos. Desenforma-se depois de frio.

sábado, 17 de abril de 2010

Pão de centeio

Nada como chegar a casa depois das 23h sem ter jantado e ter este pãozinho saboroso e ainda quentinho à nossa espera na MFP :) A receita veio daqui.


Ingredientes:
350 ml de água
1 colher (chá) de sal
1/2 colher (chá) de açúcar (usei açúcar mascavado claro)
300 gr de farinha de centeio integral
200 gr de farinha de trigo T65
1 pacote de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de óleo para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 3 (pão integral), nível I (para pão até  750 gr), tostagem média.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Pão rústico com passas

Com a base do pão rústico, experimentei fazer este pão com passas cuja receita vinha no pacote da própria farinha. E desta vez não resisti e cortei uma fatia mal tirei o pão da máquina!


Ingredientes:
330 ml de água morna
2 colheres (sopa) de leite
1 colher (sopa) de açúcar amarelo (usei açúcar mascavado claro)
2 colheres (sopa) de óleo (usei óleo de soja)
500 gr de farinha Pão Rústico da Nacional
200 gr de passas (deitei sultanas pretas e douradas)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de óleo para facilitar a saída do pão.
Incorpore os ingredientes, excepto as passas, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (normal), nível I (para pão até 750 gr), tostagem média.
Quando a máquina apitar, adicione as passas e deixe prosseguir o programa.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Maçã assada

Adoro maçãs assadas!! E vocês?


Ingredientes:
maçãs
pauzinhos de canela ou rodelas finas de limão
açúcar mascavado claro q.b.

Preparação:
Ligue o forno a 200ºC.
Retire a parte interior das maçãs que tem os caroços com um utensílio próprio para o efeito.
Disponha as maçãs num tabuleiro e coloque um pauzinho de canela no meio ou uma rodelinha de limão. Polvilhe com um pouco de açúcar a gosto.
Leve ao forno durante cerca de 30 minutos ou até que estejam cozidas e o açúcar tenha caramelizado um pouco (confira com um palito).

terça-feira, 13 de abril de 2010

Frango com natas

Uma receita bem simples de fazer para o jantar num dia de semana :)



Ingredientes:
1 frango
0,5 l de água
1 pacote de sopa de cogumelos instantânea
1 pacote de natas (usei natas de soja light)
1 lata de cogumelos laminados (usei cogumelos frescos)
1 cálice de vinho Madeira
1 colher (chá) de cominhos em pó
sal qb
pimenta preta moída na altura qb

Preparação:
Limpar o frango de peles e gorduras e cortar em 8 pedaços. Colocar todos os ingredientes no tacho e ir mexendo de vez em quando. Quando o frango estiver cozido, rectifique os temperos e está pronto a servir.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Banoffee Pie

Nesta Páscoa o jeitoso aprendeu com a Nandi a fazer a sobremesa predilecta dele: banoffee pie.
E como não poderia deixar de ser, ontem ao fim da tarde viemos para casa experimentar esta receita inglesa para degustar ao jantar: uma delícia!

Ingredientes:
1/2 pacote de bolacha digestiva (cerca de 100 gr)
2 colheres (sopa) de manteiga
1 lata de leite condensado cozido
2 bananas maduras
1 pacote de natas
2 folhas de gelatina (acrescentei eu)
cacau magro ou chocolate amargo em pó para polvilhar (facultativo)

Preparação:
Comece por colocar o pacote de natas no frigorífico durante algumas horas.
Triture a bolacha até ficar em farinha e misture bem com a manteiga derretida. Forre o fundo e os lados de uma tarteira com esta mistura, calque um pouco e leve ao frigorífico para solidificar.
Entretanto, bata as natas em chantilly firme e adicione as folhas de gelatina derretidas.
Tire a base do frigorífico e cubra com o leite condensado cozido. Corte a banana em rodelas não muito grossas e disponha sobre o leite condensado. Por fim, cubra com as natas batidas.
Polvilhe com o chocolate em pó a gosto e leve ao frigorífico durante algumas horas antes de servir.

Como sempre, podemos tentar tornar a sobremesa ligeiramente mais saudável, ao utilizar manteiga de origem vegetal e usando natas com baixo teor de gordura ;)

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Pão integral

Esta é mais uma receita que a Marina trouxe mas tive que lhe acrescentar mais um pouco de água pois a massa estava a formar uma bola dura que a máquina mal conseguia amassar. Resultou e cá está mais uma receita aprovada! :)


Ingredientes:
2 ½ colheres (chá) de óleo (usei de soja)
350 ml de água
2 colheres (chá) de sal
2 ½ colheres (chá) de açúcar
240 gr de farinha de trigo
365 gr de farinha de trigo integral
1 ½ colheres (chá) de fermento de padeiro granulado (usei da Vahiné)

Preparação:
Unte a pá de amassar com um pouco de óleo para facilitar a saída do pão.
Coloque os ingredientes na cuba, respeitando a ordem indicada.
Regule a máquina para o programa 1 (pão normal) ou 3 (pão integral), nível II (para pão até  1000 gr), tostagem média (para a próxima vou experimentar mais tostado para não ficar tão branquinho em cima).

Também poderá usar apenas farinha integral, nesse caso seriam 605gr no total.