quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Bacalhau de S. Martinho

Ontem foi véspera de S. Martinho. Desde criança que em casa dos meus pais esse dia é sinónimo de bacalhau na brasa, castanhas e provar o vinho novo. Esta é a receita de bacalhau na brasa do meu pai (não tem medidas exactas pois ele vai adicionando os temperos "a olho") e bacalhau gostoso como este eu não encontro em mais lado nenhum!



Bacalhau na brasa
bacalhau seco pequeno/médio

Para o molho:
azeite
alho esmagado
louro
pimentão vermelho/verde
malaguetas
salsa picada
oregãos
pimentão-doce em pó (colorau)
sumo de 1/2 limão
e um "cheirinho" de vinho Madeira

Preparação:
Demolhe o bacalhau durante uns 2 dias, mudando a água várias vezes, de modo a retirar o excesso de sal. Pendure o bacalhau para retirar o excesso de água (assim, não vai pegar na grelha na altura de assar). Prepare o molho, picando o louro, o pimentão e as malaguetas grosseiramente. Pincele muito bem o bacalhau de ambos os lados com o molho e estenda-o inteiro na grelha a assar.

Sabiam que se pode congelar o bacalhau assado desta maneira? Normalmente, o meu pai aproveita e assa bacalhau a mais. O que sobra é separado em pedaços não muito grandes e congelado nas doses pretendidas. Em qualquer altura podemos descongelar uma destas doses, fazer um molho de vinagrete e desenrasca-se uma refeição ;)


E é claro que na ceia de S. Martinho não podiam faltar as castanhas assadas. É só aproveitar a brasa enquanto se faz o bacalhau.



Castanhas assadas:
castanhas
sal qb

Preparação:
Dê um golpe no topo das castanhas e deite-as com um punhado de sal num assador de barro próprio para o efeito. Coloque o assador sobre as brasas durante uma boa meia hora.

2 comentários:

Sara disse...

Essas coisas costumam ter muitas proteínas que são boas, especialmente quando uma grande quantidade de atividade física para a verdade é uma antena para fazer ou comer por exemplo a figueira rubaiyat

Patanisca disse...

Adoro bacalhau, este deve ficar fantástico!