sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Tarte de maçã sem creme

De vez em quando vou almoçar ao Qualifrutas que tem na zona do Lido pois fica perto do meu local de trabalho e é sempre uma opção mais saudável. Costumam lá ter uma tarte de maçã deliciosa que, depois de ter espreitado bem entre as garfadas que levava à boca, conclui que para além da massa-base apenas leva maçã. Fiquei contente com esta descoberta "light" sem creme e sem ovos, embora exista um segredo para o aspecto final daquela tarte que eu ainda não descobri (as fatias extremamente finas de maçã são dispostas às camadas de uma tal maneira que ficam bem compactas, e mesmo depois de cozidas ainda permanecem intactas) mas entretanto fiz esta aqui:


Ingredientes:
Para a massa base:
225 gr de farinha de trigo
120 gr de margarina
1 dl de água
2 colheres (sopa) de açúcar mascavado claro

Para o recheio:
maçãs
sumo de 1/2 limão
canela em pó qb
açúcar mascavado claro qb


Preparação:
Peneire a farinha sobre a pedra da mesa e faça um buraco ao centro. Dentro, deite a margarina cortada em bocadinhos. Trabalhe a massa em areia grossa com as pontas dos dedos. Abra mais um buraco e adicione o açúcar. Volte a trabalhar a massa e adicione a água de uma só vez. Amasse bem para unir e deixe descansar, tapada com um pano, durante 30 minutos no frigorífico.
Entretanto, descascar as maçãs, cortar aos quartos e cortá-los em fatias fininhas. Regue com o sumo de limão para evitar que escureçam.
Estenda a massa com o rolo de cozinha e coloque-a sobre a tarteira, cortando a massa que está a mais. Disponha as fatias de maçã até encher a tarteira, polvilhando no final com açúcar mascavado e canela em pó e leve ao forno.

Apesar de não fazer tartes já há muitos anos mesmo,  posso dizer que esta é económica e super-simples de fazer. Na confecção da massa-base, substituí a manteiga/margarina e o azeite da receita original por margarina de origem vegetal sem sal (Becel) e o açúcar branco foi substituído por açúcar mascavado claro (Whitworths). Também acabei por não ter necessidade de usar a água toda. Ao ler receitas de massa quebrada, aprendi um truque muito útil, especialmente quando utilizamos margarina com baixo teor de gordura: adicionar a água bem gelada - isto vai ajudar a massa a ganhar mais consistência.

Para esta receita usei 5 maçãs Golden mas devia ter usado umas 7-8 maçãs pois o recheio abate um pouco depois de frio; e utilizei uma forma de tarte com o fundo amovível o que facilita muito quando vamos colocar a tarte num prato.

Levei ao forno numa temperatura não muito alta (+/- 200º) pelo que a maçã ficou molinha como se fosse cozida. Vamos provar amanhã e ver se ficou aprovado :)


Adenda: bem, posso confirmar que a tarte ficou muito boa! Foi servida num lanche de fim de tarde com o meu jeitoso e as nossas mães. A maçã ficou cozida num creme compacto e não demasiado doce. Só tenho mesmo é que usar mais maçãs da próxima vez para que o recheio fique mais altinho.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Tagliatelle com molho de salmão aux fines herbes

Ora o layout do blog pode ainda não estar terminado mas já cá temos a primeira receita :) E uma original!!
Ontem depois do trabalho passámos no supermercado e trouxemos uma coisinha disto e uma coisinha daquilo (o meu jeitoso é bom a inventar receitas!) e... cá está o resultado:



Ingredientes: (p/ 3-4 pessoas)
250 gr de massa fresca (Tagliatelle) com ovo, tomate e malagueta
400 gr de salmão fumado
300 gr de cogumelos frescos laminados
200 ml de natas
2 colheres (sopa) de queijo fresco c/ ervas finas
1 colher (sopa) de margarina
1 copo de vinho branco
sal qb
pimenta preta moida na altura qb

Preparação:
Deitar a margarina numa frigideira quente e juntar os cogumelos laminados. Cobrir a frigideira com folha de alumínio (de modo a manter o vapor e cozer os cogumelos sem que fiquem secos) durante cerca de 15 minutos em lume brando.
Adicionar o vinho branco e deixar ferver. Juntar sal e pimenta a gosto, as natas e o queijo fresco e deixar apurar.
Entretanto, cozer a massa conforme as instruções da embalagem.
De volta ao molho, juntar o salmão cortado em tirinhas. Rectificar os temperos.
Por fim, adicionar este preparado à massa e está pronto a servir.

Tenho a acrescentar que o resultado final foi... fantástico! A massa fresca (Giovanni Rana) tem uma textura única e o queijo fresco (Philadelphia) com ervas dá-lhe um sabor incomparável e combina muito bem com o salmão.

Este prato é de preparação rápida (cerca de 30 minutos) e fácil, mas não é dos mais acessíveis devido ao custo da massa fresca e do salmão fumado, por exemplo. No entanto, há maneiras de torná-lo num prato menos dispendioso: a massa fresca pode perfeitamente ser substituida por massa normal, o salmão pode ser fresco em vez de ser fumado, e podem ainda substituir os cogumelos frescos por cogumelos enlatados.

Numa tentativa de tornar o prato menos calórico, utilizámos natas light (só com 10% de gordura; não encontrei natas de soja light (Alpro Soya) que são as que costumo utilizar pois não têm colesterol e o sabor é semelhante) e a margarina usada foi Becel.

Outra sugestão seria adicionar-lhe cogumelos Portobello - que também não encontrámos no supermercado.

Acompanhámos com um bom vinho branco: Planalto. Como éramos só dois, trouxémos uma garrafa das pequenas (375ml) que deu sensivelmente 2 copos a cada - ideal para as ocasiões em que não temos necessidade de comprar uma garrafa maior.

A sobremesa é que já não foi da nossa autoria mas merece registo. Enquanto estávamos a fazer as compras, o jeitoso desapareceu misteriosamente no supermercado e apareceu-me com um Applestrudel congelado nas mãos. Sobremesa muito boa (principalmente para mim que adoro sobremesas com maçã!) e facílima de preparar: colocar no forno durante cerca de 30-40 minutos e está pronto a servir! É algo que pode dar jeito ter no congelador de casa em caso de termos que desenrascar uma sobremesa (dá 4-5 fatias). Infelizmente não tínhamos mais natas em casa, mas deve ficar delicioso acompanhado com natas!

Logo que tenha oportunidade faço o upload da foto ;)


Adenda: foto adicionada como prometido!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

E surge mais um blog...

... desta vez com receitas culinárias.
Já mal tenho tempo para o outro e dá-me na cabeça de criar mais um! Lol
Mas ultimamente tenho tido vontade de voltar a cozinhar (uma das coisas que mais me dava gozo fazer) e decidi tirar o pó ao meu livro de receitas.
Também vou tentar colocar fotos conforme for repetindo aquelas receitas mais gostosas ou experimentando novos pratos (atenção, disse que vou tentar - não é uma promessa!)
Espero que gostem e vão dando as vossas opiniões, dicas & ideias ;-)